Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

Oi oi oi pessoas! Tudo Okay, No Pain?

Espero que sim hein...

Bom, hoje já viram que to bem no tema Beatles né, poizé zé, vou mandar mais um aqui pra fechar as Beatlemaníacas.

Agora com o filme bem oposto aquele anterior sobre a adolescência de Lennon. Esse post é sobre o filme que fala do assassinato do cantor.

Sinopse:

No dia 8 de dezembro de 1980 morria o cantor John Lennon. Para a surpresa do mundo, um homem casado, sem antecendentes criminais, disparou cinco tiros contra o ex-Beatle, na porta do edifício Dakota, onde morava em Nova York. O que se passou na cabeça de Mark David Chapman (Jared Leto) nos três dias que antecenderam o crime? Por que sua mente ficou abalada de uma hora para outra e qual seria a verdadeira conexão do assassino com o livro "O Apanhador no Campo de Centeio", encontrado com ele?

Bem, essas perguntas você mesmo vai responder quando ver o filme e conseguir, quem sabe, analisar a mente do assassino.

É um ótimo filme; não só pela bagunça mental de Mark David, mas por você entrar na história de forma que também fica confuso!

Detalhe de que Mark era fã dos Beatles e de John Lennon. 

Você com certeza vai ver o filme, terminar, e não vai entender  o por que dele ter feito isso. Mas, se captarem a mensagem, postem aqui por favor.

ENTRETANTO, TENHO CERTEZA DE QUE A SUA MAIOR DÚVIDA SERÁ COMO ESSE JARED LETO:

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon


ESSE FUCKING LINDO

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

ESSE MODAFOCKA GATO

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

MAIS UMA SÓ PELA INDIGNAÇÃO

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

VIROU ESSE JARED LETO:

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

VIROU ESSE FUCKING FAT

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

ESSE MODAFOCKA FAT JARED MCDONALD'S LETO

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

ALGUMAS COM COMPARAÇÃO PARA FACILMENTE ENTENDER A MINHA INCREDULIDADE

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

E MAIS

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon

Bom, eu acho que nunca saberemos como além de engorar, ele não ficou com nada do rosto dele no filme. Nadinha que lembrasse Jared Leto.

Mas, também por esse empenho de encarnar mesmo o personagem, o filme ficou perfeito! 




e mais::::::

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, Capítulo 27 - O Assassinato de John Lennon


sábado 15 novembro 2014 04:30 , em 100 Filmes Para Você Ver Antes de Morrer na Praia


The Nowhere Boy Theme - In Spite of All the Danger

Gente como eu choreeeeei nesse filme, mas não vou falar do filme aqui. 

Vou só deixar essa música que me acalma, relaxa, faz chorar... (música de fossa) 

Mas é linda; da época que o Beatles ainda era os Quarrymen.

Então, hoje tô nessa vibe!

 

(Uma foto pra alegrar)

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, The Nowhere Boy Theme - In Spite of  All the Danger

sábado 15 novembro 2014 03:07 , em Tô Nessa Vibe


Saints Row: Gat Out of Hell - 27/01/2015 Chegando Pra Nós!!!

Éééééééé Janeiro vem com tudo sim senhor!!!

Estamos ai com mais um da sequência Saints Row na fila de espera e olha, TÁ DEMAIS!

Depois do sucesso de Saints Row IV, muitos fãs perguntaram o que poderia vir a seguir... A resposta? Atirar na face do próprio demônio!

Em Saints Row: Gat Out of Hell você poderá jogar com Johnny Gat ou Kinzie Kenshington. Cabe a você arrebentar o inferno em sua jornada para salvar o líder da alma Saint.

Personagens históricos, antigos amigos e inimigos, uma arma falante, números musicais e muitas outras insanidades aguardam você nesta incrível expansão em mundo aberto.

Como eu ainda não joguei a demo, fui fazer uma cola dos nossos amigos da Gameplay né.

Esse belíssimo jogo de ação terá lançamento no dia 27 de Janeiro de 2015 e a expectativa de que esse jogo será foda, tá em alta.

E óbvio como a maioria dos jogos lançados, terá para PC, Xbox One, Xbox 360, PS4 e PS3.

Então aguardemos ansiosos por que to louca pra perder noites jogando :3

Beijosss


sábado 15 novembro 2014 02:08 , em Gamemaníacos


O Garoto de Liverpool

AAHHHH OS BEATLES!!!! 

Gente não poderia NEM POR UM MINUTO ESQUECER de postar sobre esse filme pra vocês.

É emocionante, te prende, te faz rir, te faz até querer ser um rockstar!!!

Uma frase muito linda que lembro do filme é quando John fala pra sua mãe:

__ Por que Deus não me fez Elvis?

E então sua mãe diz:

__ PORQUE ESTAVA GUARDANDO VOCÊ PARA SER JOHN LENNON!

E sim! Deus o fez muito bem com uma voz que me anima e encanta até os dias de hoje.

O fime conta a história da adolescência de John Lennon e, na época, Os Quarrymen, que era o nome da banda anterior à Beatles.

O Garoto de Liverpool mostra um John sonhador, com foco em formar uma banda muito famosa. Mas nesse dilema entre vida real e vida dos sonhos, John vive o drama de perder o tio, que foi quem o criou desde pequeno junto a tia Mimi; de conhecer a mãe biológica, ter crises existênciais e depois vê-la morrer em pouco tempo.

A forma ríspida de Mimi, que o criticava por querer ser músico, as namoradas, os amigos, as brigas com Paul Mccartney e a Evolução da Revolução fizeram com que Os Beatles fossem lembrados até hoje.

Com músicas lindas e com um elenco impecável para retratar aqueles anos, você com certeza não pode morrer sem ver esse grande filme que é o primeiro da minha lista de filmes...

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, O Garoto de Liverpool

sábado 15 novembro 2014 00:44 , em 100 Filmes Para Você Ver Antes de Morrer na Praia


LANÇAMENTO HOJE TODAS AS PLATAFORMAS DE GAME: THE EVIL WITHIN !!!!!

Blog de lollyloka :NADEI E MORRI NA PRAIA, LANÇAMENTO HOJE TODAS AS PLATAFORMAS DE GAME: THE EVIL WITHIN !!!!!

Oi Oi Oi Oi Oiiiiiiiiiii Gamers!!! Como cês tão hein cambada???

Poizé, vim com novidade (já nem é tão novidade assim se você for mais viciado do que eu em jogos de terror).

HOJE LANÇOU THE EVIL WITHIN EM TODAS AS PLATAFORMAS!! (AEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE) 

Sem aquela frescura de "tenho Xbox 360 mas não dá pra jogar por que é pra PC, ou tenho PC mas é pra Playstation 4, Tenho Play 4 mas é pra Xbox One, mas e pra Play 3?", enfim, tem pra todos os gostos, raça, credo, religião...

Ele já havia sido lançado há algum tempo atrás mas só para Play 4 e Xbox One, e hoje, exatamente dia 14 de Novembro, lançam para os demais videogames e PC.

The Evil Within é um jogo de Shinji Mikami, o criador da série Resident Evil. O jogo é produzido pela Tango Gameworks e está sendo distribuído pla Bethesda Softworks, responsável por The Elder Scrolls V: Skyrim e Dishonored. O jogo promete ser o "verdadeiro survival horror" do começo ao fim; a história gira em torno do detetive Sebastian e do seu parceiro, que chegam à cena de um assassinato em massa. Os dois são atacados, perdem a consciência e acordam em um mundo cheio de monstros. O detetive deve descobrir o que está acontecendo e encontrar uma maneira de escapar, mas terá que enfrentar seus próprios medos no caminho.
Fiz uma pesquisa beeeeem detalhada pra vocês, pra não chegar na hora do jogo sem entender nada, né...
Eu to muito ansiosa pra jogar (inclusive Natal ta aé gente, quem quiser dar de presente por favor: para Xbox 360 por que já joguei pra Play 4, to aceitando).
Então, vamos pro pau com esse post por que ta PERFEITO!

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, LANÇAMENTO HOJE TODAS AS PLATAFORMAS DE GAME: THE EVIL WITHIN !!!!!

Tripas, sangue e corpos decapitados

Em The Evil Within, você assume o papel de Sebastian Castellanos, um dos melhores detetives de Krimson City, cujo objetivo é investigar uma série de homicídios na cabalística clínica psiquiátrica, conhecida como Beacon Mental Hospital.

Não pense que você ficará o jogo inteiro trancafiado com bizarras criaturas em apenas um local. Aqui, Castellanos tentará escapar através de florestas escuras, vilarejos e, é claro, uma sala de tortura habitada por um previsível açougueiro que afia seus instrumentos em tripas humanas.

Aliás, o game usa e abusa dos principais clichês vistos em jogos e filmes de terror, como seres infectados e desfigurados, manequins à la Silent Hill e inúmeros corpos suspensos banhados de sangue.

De volta ao passado

No quesito jogabilidade, o título incorpora e melhora a mecânica de Resident Evil 4 (que eu salvei a duras penas...)  e ainda acrescenta alguns elementos de sobrevivência e stealth semelhantes aos que fizeram sucesso em The Last of Us. Se o último grande sucesso de Mikami era generoso ao oferecer munições e armamentos, aqui, Castellanos tem que conviver com a escassez de suprimentos.

Alguns itens, como munições, fósforos (que servem para atear fogo nos inimigos, evitando que eles voltem à vida) e seringas, estão muito bem escondidos nos ambientes lineares, portanto, é necessário explorá-los minuciosamente.

Não se engane: Castellanos é um detetive comum, sem superpoderes ou habilidades especiais e, por isso, não consegue trocar socos com criaturas sobrenaturais sem levar a pior. Todos os confrontos são intensos, desafiadores e usar a cabeça é realmente uma necessidade para ficar vivo. O detetive também pode posicionar algumas armadilhas estrategicamente, capazes de finalizar hordas de seres grotescos de uma só vez.

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, LANÇAMENTO HOJE TODAS AS PLATAFORMAS DE GAME: THE EVIL WITHIN !!!!!

 

Como de praxe, Mikami não pôde deixar de lado os puzzles que consagraram suas franquias. Você terá que localizar diversas chaves e acessórios para progredir e descobrir compartimentos secretos – tudo que você já deve ter visto em seus outros trabalhos.

Caso você queira aprimorar as habilidades de seu personagem, basta encontrar um espelho para que ele possa transportá-lo para uma outra dimensão – na verdade, ele vai direcioná-lo para o macabro hospital. Lá, Castellanos se acomoda em uma espécie de cadeira elétrica para ter acesso a lista de melhorias.

 

Através de um componente intitulado de “Green gel”, que pode ser encontrado em lugares estratégicos dos cenários, é possível melhorar armas, características de combate e ainda aumentar a capacidade de armazenar itens. Todos os upgrades podem ser realizados facilmente, graças ao intuitivo menu.

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, LANÇAMENTO HOJE TODAS AS PLATAFORMAS DE GAME: THE EVIL WITHIN !!!!!


A mistura perfeita entre o belo e o “gore”

Artisticamente falando, The Evil Within é sem dúvida um dos games mais caprichados e ambiciosos da geração. Manter o personagem estático apenas para apreciar a detalhada cidade de Krimson City será uma de suas atividades mais comuns no decorrer da jogatina.

Se você não tem estômago forte, é melhor passar longe da nova investida de Shinji. Sim, você verá sangue, muito sangue escorrendo pela tela. Além disso, corpos com órgãos expostos e inimigos difíceis de serem encarados também estão presentes para atormentar os seus sonhos.

Acredite se quiser: durante as cutscenes, o jogo perde bastante qualidade. Mesmo no PC e nos consoles da oitava geração, a modelagem dos personagens misteriosamente se torna ultrapassada – especialmente de coadjuvantes, como Leslie, Jimenez e Julie Kidman. Como se não bastasse, Castellanos demonstra não ter sentimentos, já que ao ver sangue e corpos decapitados, o herói age naturalmente, como se as atrocidades fossem algo bem comum.

Blog de lollyloka : NADEI E MORRI NA PRAIA, LANÇAMENTO HOJE TODAS AS PLATAFORMAS DE GAME: THE EVIL WITHIN !!!!!

Outro ponto negativo fica por conta das duas tarjas pretas presentes nas extremidades da tela, o que diminui consideravelmente o campo de visão do jogador, causando sérios problemas em uma câmera já imprecisa por natureza. Se as faixas horizontais foram inseridas com o intuito de intensificar ainda mais o clima de terror, é bom que os desenvolvedores saibam que elas só servem para atrapalhar a jogatina.

Atmosfera claustrofóbica

Com relação aos efeitos sonoros, realmente não há do que reclamar. Aliás, a densa e claustrofóbica atmosfera vai prendê-lo do começo ao fim, graças aos grunhidos e crepitações. Ao mesmo tempo em que os barulhos assustam, eles também vão deixá-lo extremamente apreensivo. Prepare-se para se deparar com aquela velha sensação de estar sempre sendo perseguido por algo ou alguém.

Conclusão

The Evil Within é sem dúvida o jogo mais aterrorizante e desafiador do ano – pelo menos até agora. Ainda que a primorosa obra de Mikami possua elementos que estacionaram no passado, ela é uma daquelas experiências que conseguem manter o jogador grudado na tela durante horas (jogando com a luz acesa, é claro, por que apagada é pra foder a porra toda ); seja pela sua atmosfera claustrofóbica ou simplesmente pela oportunidade de relembrar a mecânica que consagrou o gênero survival horror.

AGORA, MINHA VISÃO E CRÍTICA SOBRE O JOGO

Não sei por que, mas sempre acho que os gráficos de jogos de terror poderiam ser melhores... Comparado com o gráfico de P.T eu achei levemente inferior.

Há dois meses eu joguei The Evil Within pra saber se era tudo o que esperávamos, joguei no Play 4 por que já tinha saído pra essa plataforma.

Me irrita PAGARAI, tanto em filme quanto em jogo ser praticamente tudo escuro. Você fica meio perdido pra procurar objetos e tal. Mas enfim, terror no claro também não teria graça. 

O áudio, meu Deus, que áudio! PERFEITO! Você leva sustos mesmo, tem aqueles minutos que você se distrai e PLAU! Logo um demônio surgido do inferno mesmo, por que você nem percebe de onde vem, pra te atacar.

Tem aquela mistureba de Silent Hill + Resident Evil + Last Of Us + FEAR + Outlast ( que ainda não salvei todos então por isso não tem post ainda, mas já já tem).

O mais dahora de tudo é você entrar na história. Durante todo o jogo você vai recolhendo manuscritos e tem ainda a parte de você parar e ver aquela épica conversa entre os personagens do jogo.

Aqui você realmente se assusta com a própria sombra.

A diversidade de criaturas grotestas é impecável; até mesmo na dificuldade casual ele é bem desafiador.

Quem sofre de claustrofobia NÃO JOGUE! A tensão do jogo chega fazer você esquecer como se respira...

O visual é mesmo ultrapassado, poderia ser melhorzinho. O fato do protagonista parecer não sentir medo deixa o jogo na escala 9 e não 10 por que o ar de indiferença aos sentimentos é grande demais no jogo.

Nojento demais, sangue, tripas, cérebro, mutilações, enfim, todotipo de coisa que te faria vomitar estão bem presentes.

Tem que se atentar muito com armadilhas, facilmente você vai morrer cortado ao meio por um laser que vc nem havia notado. E quando morre, pra fazer loading demora milianos (exagerada).

Tem muuuuuuuita coisa pra falar sobre o jogo por que óbvio não salvei em um dia só, e cada tela é uma coisa diferente pra analisar.

Tem um bug causado pelos próprios usuários que, se usar o cheat God Mode de invencibilidade e logo em seguida sofrer uma violenta decapitação, você continua jogando mesmo após sua “morte”.

Só mesmo jogando pra vocês sentirem o drama aushuahsuh'.

Grafíco: nota 8

Jogabilidade: nota 8

Diversão: nota 9

Áudio: nota 10

Irritabilidade de quantas vezes morreu: pra mim nota 1000000000

Então meus mores, não tem mais desculpa pra não jogarem The Evil Within a partir de hoje (a menos que você não tenha nenhum videogame da plataforma liberada nem PC).

AH! Detalhe: quase certeza de que haverá continuação... Aguardemos então.

Agora fiquem com um pouco dessa maraveeeellllhhhaa:


 

sexta 14 novembro 2014 04:37 , em Gamemaníacos


|

Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para lollyloka

Precisa estar conectado para adicionar lollyloka para os seus amigos

 
Criar um blog